Seja bem-vindo, efetue seu login ou crie uma conta

Tudo sobre Oxandrolona

Oxan ou oxandrolona

Oxandrolona na musculação

A Oxandrolona é uma droga que foi criada em 1964, derivado de DHT, Diidrotestosterona, e é um 17 alfa alquelato, um 17 AA, de administração oral.

Descomplicando, porém sem faltar detalhes, vou falar da Oxandrolona, mas com fins estéticos. Porém existe um jeito certo de fazer a sua utilização. Portanto procure o seu profissional de confiança, e não seja jumento ao utilizar por conta própria vendo posts em blogs. A ideia aqui é só de falar na perspectiva de quem procura algo ergogênico para melhorar os treinos.

 

Sempre lembrando de que se você precisar de um professor, de alguém para montar os seus treinos, calcular os macros, você pode me contratar online por www.leandrotwin.com.br . Muito obrigado pela preferência!

Caso não queira ler clique aqui para ver o vídeo.

Bom, a Oxandrolona é uma droga muito popular no meio da musculação – é o “Whey Protein” dos esteroides anabolizantes. Todo mundo já ouviu falar, todo mundo tem curiosidade de tomar. É uma droga leve, mas claro, sendo droga não é brincadeira.

Normalmente também tem discriminação pelos homens que dizem: “Ah, isso é droga de mulher! Isso não dá resultado nenhum!”. Se você ouvir alguém falando isso – perdoe-o, ele não sabe o que diz.

A Oxandrolona é uma droga, que mesmo utilizada por homens tem um excelente poder estético – se bem utilizada.

Um pouco da história da Oxandrolona

A Oxandrolona é um derivado de DHT (Diidrotestosterona), e é um 17 Alfa Alquelato (17 AA). O que para quem já é acostumado com o termo, já sabe que tem um metabolismo hepático, portando pode causar alterações nas transaminases glutâmica pirúvica, ou oxalacética  TGO ou TGP. É um esteroide de classe 1 com forte ligação androgênica.

É uma droga que foi criada em 1964, por Raphael Pappo enquanto trabalhava para os Laboratórios Searle (hoje Pfizer), portanto é bem antiga.

Qual o intuito da criação da Oxandrolona?

Ela foi criada com o intuito de ser usada com pacientes que estavam tendo perda de peso, por algum tipo de problema como por exemplo: HIV ou Aids. Então essa pessoa perdia peso, logo a Oxandrolona era administrada para melhorar essa condição.

A Oxan (popularmente conhecida com esta abreviação) também é utilizada contra a osteoporose, e tem um poder positivo em nossos ossos também. Porém os fisiculturistas exageraram na utilização de Oxandrolona, e em 1989 ela foi cortada do mercado. Apesar de ter essa boa afinidade com os receptores androgênicos, ela não é tão androgênica. Por isso que ela é muito bem utilizada por mulheres também.

A Oxandrolona tem um bom efeito anabólico, e sem ganhos de retenção de líquidos, ou de gordura. Claro que isso depende da dieta, mas ela é uma droga bastante utilizada em ciclos de cutting, ainda que também possa ser utilizada em ciclos bulking.

O poder lipolítico da Oxandrolona é maior até do que da própria testosterona.

A Oxandrolona afinal inibe o nosso eixo? Sim ou não? Sim!

Todo esteroide anabólico androgênico vai inibir o seu eixo por retroalimentação. Só que ela tem um poder baixo disso, mas isso não quer dizer que vá haver uma inibição do eixo. O que pode acontecer em relação a outras drogas é que ela pode ter uma inibição parcial do eixo dependendo da posologia, ou do uso.

O que isso quer dizer?

Quer dizer que se você começou o ciclo com 500 nanogramas por decilitro, e ao você terminar ele, você pode terminar com 200 nanogramas por decilitro. Ou seja, a gente teve uma inibição parcial do eixo. Ele não fechou completamente, porém em doses maiores, e de mais tempo, de fato pode chegar a zero. De qualquer forma você precisa de TPC (terapia pós ciclo) para a Oxandrolona.

Algo que poucas pessoas falam é que o IGF-1, a insulina como fator de crescimento, também aumenta durante o uso da Oxandrolona, e até no período tardio ela se manteve mais elevada, contudo isso é relevante para a nossa composição corporal.

A oxandrolona não aromatiza, logo a ginecomastia com ela é impossível. Não precisa usar anti aromatizante junto.

 

Oxandrolona para outros fins, se não médicos (lógico!)

Ela é muito utilizada também por atletas que buscam performance sem aumentar muito o peso. A Oxandrolona promove um ganho de massa muscular, mas também aumenta bastante a força pela produção de fosfocreatina. O que aumenta rapidamente a recuperação do ATP (adenosina trifosfato), e assim você consegue um desempenho melhor sem uma grande quantidade de volume e peso corporal.

Por exemplo, um lutador não pode ganhar tanto quilos para não sair da categoria, mas busca boa performance. Então a Oxandrolona é prescrita pelo orientador respectivo dessa área. Se não bastasse isso, ela melhora o condicionamento cardiorrespiratório, e resistência muscular localizada. Sempre lembrando que qualquer tipo de droga é um potencializador, e que os treinos tem que estar voltados para isso. Nem precisaria falar disso, mas é melhor pecar pelo excesso.

Dosagens mais comuns

Normalmente mulheres utilizam de 10 a 30 mg, lembrando que de que quanto maior os miligramas, maior a chance dos colaterais e de virilidade também. Já vi homens utilizando dez miligramas, algo bem leve só para tirar o cara do natural com doses de até 40, 50, e 60 miligramas. Existem pessoas que tomam dosagens maiores? Sim, mas conheço por relatos de fisiculturistas, homens chegando até 100, 150 miligramas por dia. Uma quantidade bastante elevada, e também mulheres até 50 e 60 miligramas. Isso uso indiscriminado, por conta própria.

É possível combinar Oxandrolona com outros esteroides anabolizantes?

Sim! Dá para se usar com Masteron, entre outras. Você vê de tudo hoje em dia, mas o que é bastante comum é ver pessoas prescrevendo sem muito conhecimento científico, o que torna o uso perigoso. Muitas pessoas combinam com testosterona para evitar a queda de libido, e melhorar ainda mais a performance.  Lembrando que sempre quanto mais droga, mais colaterais. E não necessariamente mais resultados. Isso é muito importante dizer. Porque se fosse assim 20 miligramas promoveria tanto, se eu tomasse 200mg promoveria outro tanto. Então com dois mil miligramas eu viraria o maior cara do mundo. Não! O que você vai virar é o cara mais problemático do mundo. Ou vai chegar bem perto, pode ter certeza.

Tempo de ciclo – o que você observei acompanhando meus seus alunos:

A Oxandrolona é uma droga de ação rápida. A meia vida dela é curta: 3 ou 4 horas, então você consegue fazer ciclos curtos com boa qualidade. Ciclos de até 4 semanas são mais comuns, mas eu já vi de a 12 e 16 semanas até. Lógico, dependendo da dosagem. Quanto maior a dosagem, mais curto é o ciclo quando prescrito por profissional adequado, de forma a preservar a saúde de quem utiliza. Mas vamos colocar de 4 A 12 semanas: um tempo médio – tanto para homens quanto para mulheres.

Falando em meia vida, algo que é legal de falar: Porque as pessoas acham que uma meia vida é de 4 horas, tem que tomar de 4 em 4 horas, o que o torna cansativo. Mas não, hoje se sabe que meia vida é o tempo que leva para ter metade da concentração da droga no seu organismo. Então se ingerir agora 50 mg, daqui a 4 horas vou ter 25 mg. Daqui mais 4 horas 12,5mg, e por aí vai…

Entendendo isso, a oxandrolona pode ser muito bem administrada de 12 em 12 horas, contudo as dosagens serão maiores, todavia não há problemas. Depois ela atinge um nível estável.

Oxandrolona precisa de TPC (terapia pós ciclo)?

Sim, existe a utilização dela em TPC para ajudar a segurar os ganhos.

Dosagens um pouco menores – 10, 20, 30 mg, tanto para homens quanto para mulheres, você vai observar uma supressão do eixo também, então você pode atrasar as suas perdas na TPC. A gente tem que entender que a TPC é realmente o inferno do fisiculturista. É a pior etapa que tem, porque o usuário da droga estaá com hormônios que favorecem os níveis de gordura altos, e hormônios que favorecem o ganho de massa muscular baixos. Então dentro de uma TPC são esperadas perdas. Se você não perdeu nada é porque você terminou ainda num nível tão gigante, ou porque seu ciclo é muito conservador, porque provavelmente não deu muitos ganhos.

Então quanto maiores ganhos durante o uso da droga, maiores as perdas da TPC. Isso é uma regra para todos os tipos de esteroides anabolizantes, e para Oxandrolona não é diferente.

Vídeos relacionados:

Tudo sobre Durateston

Tudo sobre Estanozolol (Winstrol)

Tudo sobre Trembolona

 

Compartilhe este conteúdo
  • Cristiano Iost

    Boa tarde, li seu texto aí e me surgiu uma dúvida: 30mg de oxandrolona diária, somente essa dosagem, já dá pra ter algum ganho, ou não vale o risco ? E qual seria o tempo de ciclo nessa dosagem?

0
Connecting
Please wait...
Deixe sua mensagem

Olá, tem qualquer dúvida? Deixe uma mensagem ou entre em contato pelo WhatsApp +55 11 94442-1988.

* Nome
* E-mail
Telefone
* Assunto
* Mensagem
Deixe sua mensagem

Olá, tem qualquer dúvida? Deixe uma mensagem ou entre em contato pelo WhatsApp +55 11 94442-1988.

Nome
* E-mail
* Mensagem
Leandro Twin está online!
Feedback

Help us help you better! Feel free to leave us any additional feedback.

How do you rate our support?